Thaíde entrevista Mano Brown no 5º episódio do podcast “Meu nome é Correria”

A Philips Áudio liberou o 5º episódio do podcast “Meu nome é Correria” , produzido pela marca e com apresentação do rapper Thaíde. Correria é pouco para definir o convidado deste episódio do podcast que conta com ninguém mais, ninguém menos que Mano Brown!

Nesta troca de ideia Brown fala sobre sucesso, futebol, periferia e preconceito, e ainda aproveita para fazer uma análise da sua carreira, desde os Racionais MC’s até a transformação sonora do seu último álbum, “Boogie Naipe”. O rapper também dá uns conselhos bem importantes para quem sonha com o rap.

Eu sempre falo pros caras: O negócio é a luta e estudar o que você está fazendo (…) Você quer ser musico… ah você gosta do NWA, gosta do 50 cent, você gosta do Travis Scott, ah você quer parecer com Travis Scott? quer usar a mesma trança que ele, os mesmos adereços, essas mesmas correntes… mas você estuda? O que você está fazendo? Você ouve música? Ou você só quer ser a cópia do Travis Scott?” disse o rapper em um trecho do episódio.

As novidades sobre os episódios do “Meu nome é Correria” também estão sendo disponibilizadas para ser acompanhadas no Instagram da marca.

“Meu nome é Correria”

A intenção do “Meu nome é Correria” é criar conteúdo que aborde histórias inspiradoras; mostrar o lado “correria” dos entrevistados ao público. A Philips Áudio libera dois episódios por mês, disponibilizados em áudio, nas principais plataformas de streaming de podcast, e em vídeo, no canal “Philips Áudio e Vídeo” no YouTube.

O projeto traz vários bate-papos imperdíveis

O primeiro episódio, disponível desde o dia 29 de maio de 2020, contou com a participação da cantora, compositora e atriz, Negra Li. Em um bate papo onde ela conta um pouco da suas inspirações, desafios e aprendizados, desde o início da sua carreira no RZO até a sua descoberta como mãe, além de dar uma visão sobre futuros trabalhos.

Já o segundo episódio teve a participação da skatista brasileira tetra campeã mundial, mãe e cantora Karen Jonz. Que aproveitou o bate-papo, que foi gravado remotamente, para falar um pouco sobre as dificuldades de entrar no skate sendo mulher, curiosidades da conquista do 1º mundial e também sobre a sua dedicação à música.

O terceiro episódio contou com a participação do músico, ator e apresentador Paulo Miklos. E o quarto e penúltimo episódio do “Meu nome é Correria” contou com a participação da empreendedora social e palestrante Andrea Schwarz, que expôs um pouco da sua história, desde o momento em que ficou paraplégica, aos 22 anos, até os dias atuais.