Taz Mureb lançou Diss para Nog do grupo Costa Gold “Art. 213 (Diss Nog)”

Taz Mureb lançou Diss para Nog do grupo Costa Gold “Art. 213 (Diss Nog)”
Taz Mureb lançou Diss para Nog do grupo Costa Gold “Art. 213 (Diss Nog)”
5 (100%) 2 votes

Taz Mureb lança DISS ao Nog após polêmica de apologia ao estupro.

Na última terça-feira  dia 22 de maio de 2018, rolou o lançamento de “Pecado Capital”, novo álbum do Xamã que conta com inúmeras participações.

Durante seu lançamento houve grande repercussão por um trecho da música “Preguiça” que conta com a participação do grupo Costa Gold, o trecho cantado por Nog faz uma apologia ao estupro.

“Deixa ela dormir que se ela vira, eu como boto o cano na goela e atiro gozo”

Taz Mureb – Art. 213 (DISS NOG)

Sem perder tempo, Taz Mureb mostra mais uma vez que machista não tem vez, e lançou no último dia 22 de maio de 2018, a música “Art. 213 (DISS NOG)”, com uma produção do DoisLHit.

Taz vem com punch lines pesadas, batendo de frente com essa geração que acha normal apologia ao estupro nas músicas.

Taz sempre representou muito bem a luta feminista no rap nacional, com uma história vasta, Taz já representou o Brasil no festival de cultura em Cuba, lançou músicas polemicas, como “Gostosa” e “Minaj” e agora mais uma vez Taz soltou o verbo nessa DISS.

ART. 213 – ESTUPRO

Objeto jurídico: trata a respeito da liberdade sexual da mulher e do homem, tendo o pleno direito de escolher com quem deseja ter contatos íntimos, sexuais.

Em NENHUMA HIPÓTESE alguém poderá ser submetido a ter relação sexual contra a sua vontade.

Se a prostituta, mesmo após o pagamento do “programa”, decide não fazer sexo com o cliente, a sua vontade deverá ser respeitada. Outro exemplo é o dos casados. Ainda que casada, a pessoa não poderá ser obrigada a ter relações sexuais com seu cônjuge. Portanto, o marido que obriga a esposa, mediante violência ou grave ameaça, a fazer sexo, pratica o crime de estupro. Nas relações sexuais, o CONSENTIMENTO DOS ENVOLVIDOS deve ser tido como CONDIÇÃO ABSOLUTA, não existindo qualquer possibilidade de que o ato ocorra, licitamente, sem a sua existência.

Taz Mureb lançou Diss para Nog do grupo Costa Gold “Art. 213 (Diss Nog)”

#NÃOPASSARÃO
#RAPDIMINA

Ouça em todas as plataformas digitais.

Deixe uma resposta