Sidoka anunciou álbum “MERCI” com Dalua, Chris, The Boy, Denov e mais

Sidoka anunciou álbum “MERCI” com Dalua, Chris, The Boy, Denov e mais

O rapper mineiro prometeu focar para terminar álbum “MERCI” que deve ser lançado em breve

Em tão pouco tempo de cena, Sidoka soube aproveitar cada momento de visibilidade que teve e cresceu em cima disso. A ocasião de maior destaque no início de sua carreira, foi em 2018, quando Djonga lançou seu aclamado álbum “O Menino Que Queria Ser Deus”. Presente no disco, a faixa “UFA” que conta com a participação de Sidoka e Saint.

Depois do sucesso que foi “UFA”, Sidoka lançou a mixtape “Dokaz”, seu primeiro projeto de estúdio “Elevate”, seu aclamado EP “Sommelier” e finalmente seu disco “Doka Language” que chegou fazendo muito barulho na cena do trap nacional.

Em seu segundo álbum, Sidoka juntou elementos novos e ilustres participações do cenário mineiro como FBC, Delatorvi, Dogor e Pexane. Com tantos diferenciais, não teve outra opção, “Doka Language” foi um enorme sucesso que tem levado o jovem Sidoka a lugares inimagináveis. O projeto foi um dos mais votados na eleição do melhor álbum nacional de 2019 promovida pela Red Bull.

Agora, parece que o jovem artista está focado para liberar mais um projeto. Indo até seu Twitter no final do ano passado para revelar a novidade aos seus fãs, Sidoka havia afirmado que pretendia lançar o projeto aos “45 do segundo tempo” indicando que seu novo trabalho deveria chegar bem no final de 2019. Porém isso acabou não acontecendo e os fãs estavam cobrando uma posição do artista sobre o trabalho. E a resposta chegou.

Na manhã da última terça-feira, dia 07 de janeiro de 2020, Sidoka decidiu revelar mais detalhes do seu novo álbum que chega ainda em 2020. Chamado “MERCI”, o projeto deve ser lançado muito em breve já que Sidoka afirmou estar focado em terminar o disco, que vai contar com cerca de 14 faixas.

Tweet de Sidoka sobre o álbum “MERCI”

O rapper também revelou algumas participações, como Dalua, Denov, Bagin, Chris, Maika e The Boy, que estarão presentes no trabalho que Sidoka chama de EP, apesar de provavelmente contar com um tempo de reprodução maior do que isso em suas 14 faixas.

Deixe uma resposta