Show de Diomedes Chinaski no Sesc Belenzinho com apresentação da mixtape “Comunista Rico”

Show de Diomedes Chinaski no Sesc Belenzinho com apresentação da mixtape “Comunista Rico”
Avalie este post

O rapper pernambucano, natural de Paulista (PE), Diomedes Chinaski iniciou sua carreira no grupo Chave Mestra em 2009. Atualmente em carreira solo, o rapper é considerado um dos principais expoente do hip-hop nordestino.

Neste show de Diomedes Chinaski, o artista apresentará a mixtape “Comunista Rico, lançada em 2018. Com capa de Bernardo Witor, inspirada no movimento russo, o projeto tem doze faixas e colaborações de Coruja BC1, Don L, Cacife Clandestino, Djonga, Nego Max, Sintese e mais.

Com sua versatilidade já conhecida e seu estilo único de abordar aspectos sociais e existenciais em suas letras, o rapper promete botar fogo no Sesc Belenzinho. O show de Diomedes Chinaski também contará com a participação de Don L e Coruja BC1.

Detalhes do show de Diomedes Chinaski da mixtape “Comunista Rico”

  • Data: 01 de março de 2019 (próxima sexta-feira)
  • Horário: 21h30hrs
  • Duração: 01h30
  • Local: Comedoria – Sesc Belenzinho
  • Endereço: R. Padre Adelino, 1000 – Belenzinho, São Paulo – SP

Os ingressos já estão à venda pelo Portal e nas bilheterias do Sesc São Paulo.

Mais sobre à mixtape “Comunista Rico” de Diomedes Chinaski

Diomedes Chinaski está em turnê pelo país, com sua recém lançada mixtape “Comunista Rico”, considerada pela crítica um dos melhores álbuns de 2018. Com um título provocador, o rapper brinca com o que há de errado ao seu redor. Além das rimas venenosas e um estilo único de abordar aspectos sociais, emocionais e existenciais. Seus versos são desenvolvidos por linhas “ácidas”. Samples refinados e instrumentais com forte influência do jazz, do soul e até ritmos genuínos do seu estado, como: brega e mangue beat.

Na mixtape, o rapper prova um pouco mais sua diversidade musical. Explorando o auto tune, em algumas faixas. Rendeu-se ao trap. Com batidas viciantes. Que não se prende aos graves vagarosos e se aproxima de outros gêneros, como o funk ou melody. “Comunista rico: porque riqueza de verdade é compartilhar”.

2018 foi um ano que solidificou ainda mais a carreira de Chinaski. Que teve sua música “Olhos Negros”, indicada para o 30º prêmio de música brasileira. E “Comunista Rico” faixa que intitula à mixtape, foi considerada a 4º melhor música do ano. Além da música “Poesia Acústica” que entrou na trilha da novela das 21 horas da Rede Globo “O Sétimo Guardião”.

Considerado um dos principais nomes do rap nacional, representando o Nordeste, com mais de cinco discos e um vasto repertório lhe permite um show dinâmico e interativo!

Deixe uma resposta