Projeto de Duelo de MCs atinge meta mais ainda dá tempo de doar

O projeto foi inscrito na Catarse, site de financiamento de projetos criativos, e valor em doações já chega próximo de R$30.000.

Duelo de MCs

Faltam poucas horas pro prazo para doações ao projeto se encerrar, mas a meta de R$25.990 já foi atingida (até o momento as doações chegam a R$29.273). Mas quanto mais grana for doada, mais será investido no projeto. Então se você ainda não doou, dá tempo de doar.

Assista o vídeo e entenda melhor o projeto.

Saiba como a grana será usada:

duelo

A batalha é de rima improvisada, é da cultura Hip Hop, é de todo o Brasil.

A terceira edição do Duelo de MCs Nacional vai ser uma realização de todos nós. Vamos reunir em Belo Horizonte artistas e amantes da cultura Hip Hop de todo o país para conferir a batalha em que o título de melhor MC improvisador da cultura Hip Hop vai ser disputado por rimadores de oito estados do Brasil.

A novidade deste projeto é que o Duelo de MCs vai voltar ao Viaduto Santa Tereza, para as ruas do centro de Belo Horizonte, como sempre foi! Há sete anos o vão do Viaduto Santa Tereza se transformou no palco do Duelo de MCs, a cultura Hip Hop se mostrou em sua diversidade e essência e milhares de jovens fizeram do Duelo de MCs um ponto de encontro durante mais de 300 sextas-feiras.

O encontro começou pequeno e espontâneo com amigos fazendo rodas de rima improvisada nas ruas de Belo Horizonte. Ninguém imaginava que ali surgia um movimento da cultura Hip Hop que mudou a cara do baixo centro de BH. O Duelo de MCs cresceu, formou grandes MCs, lutou pelo direito à cidade, recebeu muitos artistas do Brasil e do mundo, ganhou visibilidade na internet e realizou duas edições do Duelo de MCs Nacional.

Uma rede do Hip Hop brasileiro se fortaleceu com estas duas edições do Duelo de MCs Nacional e a perspectiva era fazê-la crescer ainda mais em 2014, com a terceira edição do projeto.

Mas neste ano de 2014 o Viaduto Santa Tereza foi fechado para reforma pela Prefeitura de Belo Horizonte em um processo difícil e com pouca transparência e não conseguimos nenhum patrocínio para o projeto do Duelo de MCs Nacional aprovado na Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

Amparados pelo pensamento de que o Duelo de MCs sempre foi uma ação coletiva, os impedimentos citados nos fizeram apostar na força da rede nacional do Hip Hop e de outras redes que também lutam pelo direito à cultura e à cidade, para fazer acontecer mais uma edição histórica deste encontro. Assim, criamos um financiamento coletivo no qual todas as pessoas que acreditam e lutam pela cultura de rua podem, juntas, fazer acontecer o Duelo de MCs Nacional. Com o fechamento do Viaduto, palco natural e orgânico do Duelo, lançamos uma campanha que previa o pagamento de todos os custos, inclusive de palco, tendas e toda a infraestrutura que o Viaduto, ou seja, a cidade, nos oferecia. Para cobrir todos esses custos, o valor da campanha tornou-se muito alto para o tempo que tínhamos para mobilizar as redes. Mas topamos o desafio!

Mas veio, em meio às lutas, uma boa surpresa. Há poucos dias, soubemos que o Viaduto Santa Tereza será reaberto e com essa retomada os custos para realizar a terceira edição do Duelo de MCs Nacional reduziram bastante. Ocupando o nosso espaço não teremos que pagar pela estrutura de palco, grades, mais banheiros ou tendas. Vamos fazer do nosso jeito e vamos fazer juntos.

Os estados da Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo, além do Distrito Federal, já estão mobilizados, realizando seletivas de forma independente que definiram os representantes para a Grande Final. Os artistas que vão se apresentar na festa vão doar os shows (sempre surpresa) para a campanha e todos os colaboradores vão atuar voluntariamente.

Agora precisamos de uma mobilização ainda maior que a primeira para espalhar a palavra, o novo projeto e alcançar a nova meta, garantindo a premiação do MC campeão, as passagens aéreas para os MCs dos outros estados, alimentação, hospedagem, e a estrutura de som e luz, conforme detalhado na planilha abaixo.

Faça parte desta realização. Com contribuições a partir de 10,00 você pode ser um apoiador. Do grafitti à música vários artistas estão somando nesta luta e doando recompensas exclusivas. Deixe sua contribuição. Cola com nóis!

Comentários Facebook

Deixe um comentário