Museu Afro Brasil, no Ibirapuera, promove feira de artes gráficas com obras de 20 artistas da periferia a partir deste sábado


A Museu Afro Brasilinstituição vinculada à Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, neste sábado, 21 de maio, das 12h às 17h, sua primeira feira de artes gráficas MAB – MARGENS que reunirá 20 artistas e coletivos de destaque.

Nesta edição, a feira está vinculada às atividades da 20ª Semana Nacional de Museus em 2022, que tem como tema: O Poder dos Museus. O tema reflete a grande importância de reconhecer o papel dos museus na sociedade brasileira como promotores e emancipadores do conhecimento.

O MAB é uma instituição que se compromete a sempre repensar esse poder, a fim de recriar outras perspectivas sobre as fronteiras da própria instituição. Por isso, a feira tem como tema “O poder das margens“, com o objetivo de atingir artistas e suas respectivas produções gráficas que muitas vezes estão à margem dos museus, oferecendo um espaço de venda e troca de suas obras.

As opções deste sábado são diversas. Entre os artistas, estarão alguns nomes como Binário Armada, Dani Rampe, Guinho Nascimento, Helo Rodrigues, May Solimar e Roni Evangelista. Entre os coletivos, os destaques são XiloCeasa e Editora Marginal. Além disso, escritores e pesquisadores serão representados pela Aziza Editora. Destacam-se também o Cordel Urbano e a artista Luna Bastos, oriundos da Bahia e do Piauí respectivamente, e Natali Mamani, artista boliviana. A “agitação” da feira ficará por conta do DJ Birão.

O acesso será gratuito, sem necessidade de inscrição. A oficina de estamparia faz parte da programação da feira, com o coletivo JAMAC (Jardim Miriam Arte Clube), que acontecerá gratuitamente a partir das 14h. Para participar, os interessados ​​devem se inscrever com antecedência. Ainda sobre a feira, na compra de qualquer obra, o público receberá um voucher com direito a dois ingressos para entrar no MAB e concorrerá ao final da feira a uma obra do artista e curador Emanoel Araujo.

A 20ª Semana Nacional de Museus 2022 abrange mais de 300 cidades das cinco regiões do país com atividades a decorrer entre os dias 16 e 22 de maio. Na capital paulista, são quase 50 Institutos e Instituições no programa oficial, disponibilizado pela SBM (Sistema Brasileiro de Museus) e órgãos responsáveis ​​no site do governo.

As expectativas para esta primeira edição da feira são altas. São obras diversas e originais que valorizam artistas e coletivos de destaque nas artes gráficas. Queremos estabelecer aproximações e um diálogo poderoso entre artistas, museu e público. Esperamos que as pessoas venham neste sábado para curtir o evento.“, comentários Joyce Fariaspesquisadora do Museu Afro Brasil.

A Museu Afro Brasil está localizado no Parque do Ibirapuera. Está aberto de terça a domingo, das 10h às 17h, com permanência até às 18h. Em dias normais, o ingresso para acessar as diversas exposições e atividades do MAB é de R$ 15 o ingresso completo e R$ 7,50 a meia-entrada, mas às quartas-feiras a visita é gratuita para todos. Informações como exposições, atividades, novidades e contato podem ser acessadas pelo site http://www.museuafrobrasil.org.br. O espaço também conta com a Biblioteca Carolina Maria de Jesus, que possui mais de 15 mil itens em seu acervo, e o Teatro Ruth de Souza.

Comentários Facebook