Festival que reune Rap e Reggae agita São Bernardo do Campo

O Festival Encontro das Tribos reuniu grandes nomes dos dois estilos manteve o público animado e casa lotada até o amanhecer.

Festival Reggae e Rap

Este último sábado (18) certamente será lembrado por muito tempo pelos fãs de Rap e Reggae. O Festival Encontro das Tribos reuniu alguns dos melhores grupos dos dois estilos em úma única noite. Os shows foram divididos em dois palcos, um em cada lado da pista, cujos horários se intercalavam, permitindo ao público curtir todos os shows de ambos os ritmos. A noite se iniciou com o grupo Filosofia Reggae, pouco antes das 22h, e na seqüência o Família Madá, primeiro grupo de Rap da noite, subiu ao palco. Às 23h, já com a casa lotada, a banda Tribo de Jah agitou o público com seu Reggae de qualidade e a voz inigualável de Fauzi Beydoun.

Já por volta da meia-noite, o Rapper Dexter subiu no palco com uma apresentação digna de um dos maiores nomes do Rap nacional, em companhia do Rapper de Campinas Gregory, que ainda mandou um som de peso de seu trabalho solo, Suspeito Tradicional. Dexter saiu do palco direto para a baixada santista, onde se apresentou na mesma noite.

Na seqüência subiram ao palco os meninos do Planta e Raiz, mesclando sucessos com novos trabalhos, em uma excelente apresentação que garantiu a diversão da galera presente, seguidos de outra banda de Reggae, a Mato Seco, que também fez uma ótima apresentação.

Depois da dobradinha de Reggae, foi vez da seqüencia de Rap. RZO, de volta aos palcos com a formação original, fez o Estância tremer. Negra Li, Helião, Sandrão, Calado e DJ Cia representaram no palco e mostraram para todo o público, por que são considerados um dos melhores grupo de Rap do Brasil. A performance de Calado no palco foi um show a parte, que mostrou que ele não está alí pra brincadeira e que do apelido de infância, Calado, não sobrou nada. Uma homenagem a Sabotage​, morto há 12 anos, ainda fez parte do show, com a canção “O Rap é Compromisso” interpretada pela Rapaziada da Zona Oeste, com um sósia do Rapper no palco. É realmente muito bom vê-los de volta e ainda melhores do que antes.

Dando continuidade, Cris SNJ (que integrou ao seu nome artístico, o nome do grupo do qual faz parte, que é também considerado um dos melhores da cena nacional), subiu ao palco com o DJ Ras do Guetto e com sua convidada Stefanie Roberta. Cris empolgou o público e preparou a galera para o grande show da noite, esperado tanto pelos fãs de Rap quanto por muitos dos fãs de Reggae, que tiveram a possibilidade de ver, pela primeira vez o maior grupo de Rap do Brasil se apresentar.

O show dos Racionais, como sempre, foi impecável, e contou com as participações de: Helião, Du Bronk’s, Dom Pixote, além de Big da Godoy, Boy Killa, entre outros nomes da cena do Rap Nacional. Como em sua turnê, sons de seu último trabalho dividiram o show com outros sucessos do grupo. O público, ainda que quase sem energia após várias horas de show, curtiu demais, cantou em couro durante todo o show e fez dessa apresentação, uma das mais animadas que o Vida Loka já presenciou. A galera presente ainda teve pique para ver o último show da noite, dos garotos do Haikaiss, grupo da nova geração de Rappers paulistanos, que terminou sua apresentação já com o dia amanhecendo.

A organização do Estância, a equipe da Calibre e todos os envolvidos fizeram um show de primeira. Parabéns! E que venham muito mais shows desse nível.

Veja a galeria de fotos do show:

[huge_it_gallery id=”2″]

Comentários Facebook

Deixe um comentário