Festival Poder Preto nasce no Centro de São Paulo

Festival Poder Preto nasce no Centro de São Paulo
Avalie este post

No próximo domingo, dia 16 de junho de 2019, a partir das 14h, o Festival Poder Preto traz em sua 1ª edição semestral uma programação com entrada gratuita. Com o propósito de reunir arte, música, empreendedorismo e ancestralidade em um mesmo espaço, o Quilombo Urbano Afroguarany, popularmente conhecido por Casa Amarela, foi escolhido para sediar o evento.

A proposta do Festival é consolidar um dia de alternância de poderes sociais, por isso o line-up, desde a produção às apresentações é majoritariamente feminino e preto, com o intuito de valorizar mulheres negras como protagonistas da sua própria história. Um dos ideais do Festival Poder Preto é propor um espaço de voz para artistas e empreendedores independentes, além de potências do saber preto, que atuam em diversas regiões da cidade. Trazendo nomes como da cantora Indy Naise, da jornalista Nathana Lacerda, da produtora Renata Prado e da empreendedora Denise Abrantes, o evento nasce repleto de representatividade.

O Festival vai contar com três frentes: ancestralidade, arte e empreendedorismo. Conforme as tradições africanas orais, a primeira frente traz uma roda de conversa, levantando temas como educação financeira, gestão de marcas, masculinidades, literatura e outros. A frente artística será representada por meio de performances de profissionais das danças urbanas, do MPB, do Rap e da Cultura Popular. Além da poesia, que traz nomes de novos expoentes que circulam pelos saraus e slams paulistanos. A programação intensa também inclui área de alimentação (com opções vegetarianas e veganas) e feira de produtos e serviços, como brechó, artesanato, trancista e oficina de turbantes.

O que é o Poder Preto

Uma reunião em um Quilombo Urbano com artistas da música, poesia, cultura popular, teatro, além de empreendedores de diversos segmentos, que fecha com uma roda de conversa com diferentes lideranças negras é poder.

Formato

O evento apresenta formato semestral, sendo que para sua segunda edição em junho de 2020, já existe um formulário disponível para a pré-inscrição de novos artistas, potências do saber preto e empreendedores interessados em participar.

Sobre o Festival Poder Preto

O Festival Poder Preto propõe um evento de ocorrência semestral e entrada gratuita que reúne arte, música, ancestralidade e empreendedorismo em um mesmo espaço, a Casa Amarela, Quilombo Urbano Afroguarany, localizada no Centro de São Paulo. A missão é proporcionar um dia de alternância de poderes sociais, por isso o line-up é majoritariamente feminino e preto, com o intuito de valorizar as mulheres negras como protagonistas da sua própria história. A visão do Poder Preto é trazer em suas edições um espaço de voz para artistas e empreendedores independentes, além de potências do saber preto, que atuam em diversas regiões da cidade. Idealizado por Cristhiane Faria, Relações Públicas do rapper Rincon Sapiência e por Naiara Teixeira, Gestora de Mídias e Branding de Adriana Barbosa (Feira Preta) e da Campus Party BR, o propósito do evento é tornar-se um espaço de acolhimento e representatividade para a juventude negra da cidade.

Mais detalhes sobre o  Festival Poder Preto

O evento vai contar com apresentações artísticas e pocket

  • Data e horário: 16/06 (domingo) a partir das 14h
  • Local: Casa Amarela Quilombo Afroguarany | R. da Consolação, 1075 – Consolação, São Paulo – SP, 01301-000, Brasil (ao lado da Estação Higienópolis-Mackenzie)
  • Entrada: Gratuita
  • Classificação etária: 18 anos
  • Restrições: Proibida a entrada com bebidas alcoólicas

Só será permitida a entrada com RG ou outro documento oficial com foto (CNH, passaporte, carteirinha de estudante e outros). A organização não tolera qualquer tipo de atitude racista, machista, misógina ou LGBTfóbica.

Mais detalhes do evento Festival Poder Preto no evento publicado no Facebook

Deixe uma resposta