Duzz transita entre o extramundo e o hip hop no álbum “Além dos Satélites: Missão Renova” 

Sobre o novo álbum do Duzz

“Com 31 faixas, disco tem a participação de grandes nomes da cena urbana nacional como Baco Exu do Blues, Froid e MC Pedrinho”.

Nesta terça-feira (30), Duzz chega como o personagem principal de uma missão intergaláctica. E já chegou mostrando a que veio. Em apenas uma hora de lançamento o álbum “Além dos Satélites: Missão Renova”, que transita entre o extramundo e a realidade, apresentando diferentes visões do hip hop, subiu para os #TrendingTopics, ficando em primeiro lugar no Twitter. Disponíveis, desde a meia noite, nas principais plataformas de streaming – ouça aqui – todas as 31 faixas ainda ganharam visualizers que podem ser conferidos no Youtube do artista – assista (13h). Duzz está entre as grandes referências do rap nacional, devido a consistência de cada projeto e números. São 826 mil inscritos no YouTube e mais de 648 mil ouvintes mensais no Spotify, num total que ultrapassa os 4 milhões de streamings. Tendo ainda recebido certificações de Platina Duplo pelo hit “Safadinha”, além de dois discos de Ouro por “Bandida” e “Sorry Mom”.

O planejamento de “Além dos Satélites: Missão Renova” teve início em meados de 2019, quando Duzz passou a acumular músicas com a intenção de tirar do papel um trabalho mais maduro e coeso. Com o passar do tempo, a proposta ganhou forma, criando novas perspectivas em relação ao material que o artista desejava entregar como o próximo projeto sólido de sua carreira, inspirado em rappers internacionais. 

“Eu não queria uma opção viável, eu queria seguir uma intuição, a minha vontade de fazer algo que, no mínimo, fosse diferente”, conta sobre o processo de criação. A decisão inicial do artista era lançar 20 músicas, porém, esse número aumentou com a evolução do trabalho, resultando na produção de 31 faixas. “Durante muito tempo fiz alterações, troquei músicas, melhorei algumas, substituí outras, mas todas mantendo o mesmo nível de criação e entrega. Todos os dias me sinto satisfeito, pois consegui fazer um álbum extenso com as melhores faixas que fiz nos últimos anos”, explica..

Trajetória e conceito do disco

Para Duzz, “Além dos Satélites: Missão Renova” é a continuidade de uma espécie de trilogia. Em 2018, “Auto-Retrato” marcava uma geração de fãs, trazendo uma sonoridade underground e entregando muito sentimento, o que viria a se consagrar como o projeto que fixou o nome do artista no ouvido do público. Em seguida, já parte da Uclã – gravadora que reúne grandes nomes do rap nacional –, Duzz lançou a mixtape “Entre o Céu e o Esgoto”, considerada o meio do caminho, em que o rapper rima, em forma de desabafo, sobre momentos conturbados de sua vida.

E assim, o terceiro ato da discografia é o responsável por mostrar por completo sua evolução profissional e artística, contribuindo para a decisão do título do álbum. Tendo como base metáforas do extramundo – algo muito presente em sua realidade –, Duzz começou a implantar um código e deixar pistas para seus fãs. Inclusive, esse “313”, tatuado na pele do astro, traz Duzz como o escolhido para um desafio, a “Missão Renova”. 

“Eu resolvi adicionar um subtítulo ao álbum, bem nessa brisa de curtir a estética de títulos de filmes e livros, na intenção de trazer esse clima fictício para dentro do projeto. Foi quando o álbum chegou a sua forma final ‘Além dos Satélites: Missão Renova’, e assim foi anunciada sua alteração”, explica.

Duzz: o escolhido para espalhar sentimentos através da música

“Renova” consiste em uma grande missão extraterrestre, focada em melhorar o futuro da raça humana na Terra. A missão é considerada uma reforma geral para o futuro, onde milhões de seres humanos seriam selecionados para plantar sementes. Essas sementes seriam responsáveis por mudanças ao longo dos próximos anos, trazendo evolução espiritual e pessoal para as novas gerações.

De forma que entre os milhões de humanos escolhidos para a missão, Duzz torna-se o responsável por espalhar um caldeirão de sensações e sentimentos através da música e da arte. As 31 faixas representam um mês completo, mostrando como é comum o balanço emocional que todos vivemos, independente do estado de espírito. “As músicas viriam para implantar o sentimento de erguer a cabeça diante a tantas ondas de sensações no dia-a-dia, de aprender mais sobre olhar pra dentro de nós e nos entender, nos enxergar”, lembra o rapper.

Visualizers para o YouTube

“Além dos Satélites: Missão Renova” chega acompanhado de visualizações no YouTube, que expressam o ambiente visual onde o disco se passa. O cenário remete ao antigo apartamento de Duzz, no qual todas as faixas do disco transitam. E assim, a personagem principal passa por sonhos que levam a diferentes lugares e situações, navega por inúmeros climas e sentimentos, viaja pra outros tempos, espaço e épocas.

“No fim das contas, ‘Além dos Satélites: Missão Renova’ talvez realmente seja uma ‘Missão Renova’, uma forma de renovar tudo aquilo que eu já criei e apresentei, uma forma de renovar a perspectiva de muitas coisas para quem me escutou e me deu palco durante tantos anos. Aos fãs, que me acompanham há cerca de oito anos e que me ajudaram a construir tanto, é uma forma de retribuir e agradecer todo apoio de quem ama minha arte”, finaliza o artista.

Vale lembrar que no YouTube também estão os clipes de sete faixas que fazem parte do álbum. Essas foram lançadas durante os últimos meses, deixando a chegada de “Além dos Satélites: Missão Renova” ainda mais aguardada. As especulações só cresciam, assim como os números de cada música. São mais de 28 milhões de streamings no Spotify e mais de 43 milhões de views no YouTube atingidos por “Sorry Mom”, “Lágrimas em Poças”, “Missão Tom Cruise”, “Sentença”, “Scarface”, “Remédio e Soda” e “Veneza”.

Participações consistentes

Durante o processo de viver e criar o álbum, Duzz teve a oportunidade de trabalhar e conhecer novos profissionais, além de aprender mais sobre hip hop e coletividade. Seguindo esse pensamento, trouxe parcerias consistentes para o projeto, prezando por diferentes visões e proporcionando uma experiência completa para o trabalho. “Além dos Satélites: Missão Renova” conta com a participação de 11 produtores e cerca de 30 artistas do cenário rap nacional, incluindo Baco Exu do Blues, Froid, BC Raff, Tasha & Tracie, Samantha Machado, Kamaitachi, MC Pedrinho.

Comentários Facebook