Dot transparece o sentimento de ser pai em “Felicidades Empilhadas”

Sobre ZN Dot

O rapper Dot nunca teve uma figura paterna. Para alguém que não teve o pai presente, ser pai é um desafio de vida, já que o que se passa na mente desse tipo de pessoa é querer ser o melhor pai do mundo. Anderson Junior, conhecido como Dot, cresceu em uma comunidade no Rio de Janeiro, e é importante destacar que infelizmente é normal ver mães solteiras nas favelas.

A única coisa presente de seu pai na vida de Dot, é o mesmo nome. Quando era mais novo, trocava cartas com seu pai, que estava privado de sua liberdade em uma penitenciária no Rio de Janeiro. No dia 24 de agosto de 2020, Dot lançou um disco intitulado “Anseio de Vitória” onde em alguns versos expressa a falta que o pai fez em sua existência e deixa claro que não retém nenhum rancor.

sobre o single

Que eu seja o pai que meu pai não foi. Eu não precisei de um pai presente com a mãe que eu tenho, ela atuou muito bem como pai e como mãe e se não fosse por ela, eu não conseguiria compreender a ausência do meu pai, mas eu entendo que ele errou, pagou por isso e eu por consequência, paguei também. Sei que o vício deve ser muito difícil de lidar.

O pai de Dot faleceu dia 24 de agosto de 2019. Transformando tudo em felicidade, “Felicidades Empilhadas” é o novo lançamento de Zn Dot, já disponível nas plataformas digitais. A música foi produzida por Alve$ e desta vez o rapper nos trouxe um som mais diverso de todos que já fez.

O single traz um sentimento único de como é o ponto de vista de alguém que descobre que vai ser pai. É uma indicação para os pais de primeira viagem ou quem pensa em ser pai (ou mãe).

Comentários Facebook
Categorias Rap