Detonautas lançou a inédita “O que tiver de ser” com o rapper Mozart MZ

Detonautas lançou a inédita “O Que Tiver de Ser” com o rapper Mozart MZ

O Que Tiver de Seré o primeiro single que marca o retorno da banda à Sony Music

O grupo Detonautas Roque Clube começou o ano de 2020 com o lançamento da música inédita “O Que Tiver de Ser” com participação do rapper Mozart MZ, que também assina a canção com Vitor WAO e Tico Santa Cruz.

O single que marca a volta do grupo para a gravadora Sony Music, leva o Detonautas para um universo ainda mais ousado em sua sonoridade pop rock, inova artisticamente suas possibilidades em busca de renovar seu público.

“O que tiver de ser lembra a atmosfera dos anos 90, com uma pegada de amor, numa linguagem urbana e uma levada dançante.”, ressaltou Tico Santa Cruz.

O single, que já chegou às plataformas digitais, é produzido por Vitor WAO e a ASIGLA, em nova parceria, encontro que começou em 2019 com a música Ilumina o mundo, canção do Detonautas Roque Clube com o rapper Pelé MilFlows.

“Nos reunimos no estúdio da ASIGLA a convite do Vitor que disse que tinha uma letra que remetia às nuances sonoras dos anos 90 com influências de artistas como Charlie Brown Jr. e outras referências da época e me convidou para cantar com o MZ numa levada muito diferente que a que o Detonautas está acostumado a fazer, contou Tico.

Este foi o ponto de partida, mas a composição foi finalizada no dia da gravação, como conta o vocalista: “Só estavam escritos o refrão e os primeiros versos, mas o espírito da canção nos envolveu de tal forma que acabamos compondo a letra toda em 2 horas. O MZ de uma forma quase espiritual pegou a caneta e foi soltando a parte do speed flow que é uma de suas especialidades, enquanto eu imediatamente fiz os versos da parte seguinte, buscando inspiração nos vocais de DUB, Ragga, contrapondo a velocidade do rap”.

O single “O que tiver de ser”

A letra fala sobre aspirações de um casal onde se desenha um cenário de sol e sentimentos positivos, mas também sobre alguém que reconhece que precisou melhorar suas atitudes para estar ao lado da pessoa com quem pretende viver o melhor da vida. Deixando que o destino decida o que tiver de ser.

Com a letra pronta, o Detonautas se uniu para que a sonoridade ganhasse outras cores, deixando o ritmo e a batida contagiantes: “É Pop, é Ragga, é Rap, é Rock na atitude, é atual, é alto astral, é uma bela forma de marcar o início de 2020 levando o clima de verão e de sol pro ano todo. Uma parceria que sintetizou bem os momentos de saudades de tempos bons da cena musical dos anos 90, porém com a linguagem de 2020, encerrou Tico.

Formado por Tico Santa Cruz (vocal), Renato Rocha (guitarra), Fábio Brasil (bateria), DJ Cleston (percussão e programações), Phil (guitarra) e André Macca (baixo), o Detonautas Roque Clube mostra que chega mais forte do que nunca para o novo ano e já planeja a gravação do novo álbum com a Sony Music.