Com Yunk Vino, Ebony, MC Igu e Clau, Rider lança a coleção Flow Colors


Conectar-se com o universo dos consumidores por meio de diversas linguagens é um dos pontos que sempre norteou os movimentos de Cavaleiro — marca que é ponto de encontro de diferentes estilos de vida, dos mais aventureiros aos mais urbanos. Após adotar a música como ferramenta de comunicação para mergulhar no Carnaval, a gravadora mais uma vez reforça que acredita na música como agente de transformação social e cultural e na moda como ferramenta de expressão. Agora, trazendo como protagonistas artistas que dialogam de diferentes formas com a cultura hip hop para integrar a campanha de outono da marca, que, ao apresentar modelos de slides e papéis com atributos de estilo da estação, destaca a ligação entre moda e música, dois pilares intrínsecos à identidade do Cavaleiro.

Com artistas que dão mais pop ao rap, influências de figuras que são os principais nomes da cena armadilhauma Cavaleiro traz a representação de várias nuances do poder que o guarda-chuva da cultura hip hop tem para moldar a cena musical convencional. O cantor noelo rapper ébano e a caçadores Vinho Yunk e MC Igu são responsáveis ​​por protagonizar a campanha da marca para a temporada de outono.

Nós, da música, já estávamos consumindo Rider, já tínhamos uma conexão”, aponta Vinho Yunk sobre a afinidade do universo Cavaleiro com expressão musical. Uma das apostas de selo Registros de etiquetas – frente do produtor macacãopor rapper Mano Brown, com foco no trap — ele ressalta a importância de uma marca expressiva aliar-se ao ritmo que representa para quebrar paradigmas no mercado. “É bom para os dois lados. A marca nos convidando, nos incluindo nessa campanha e nos querendo de alguma forma, faz com que outras marcas nos olhem com mais carinho e vejam que não somos tão párias loucos que muitos pensam, que não sabemos nos vestir ou nos comportar como modelo e fazer conteúdo legal“, luzes.

Trapper Yunk Vino na campanha Flow Colors | Créditos: Divulgação do Rider

Essa afinidade de transitar pelo hip hop é algo diretamente ligado ao estilo único proposto por Cavaleirocomo declarado ébano. “Contempla muito o estilo de quem faz parte do hip hop, tanto o público quanto eu, como artista, na atitude. Essa troca é muito positiva por conta disso: o hip hop é feito por pessoas e, quando uma marca apoia essas pessoas, está contribuindo para a cena“, diz. “A música está aí, o público está ouvindo, consumindo e, cada vez mais, tem que haver um espaço para trazer o universo desses artistas e das pessoas que estão fazendo essa ‘corrida’ acontecer. E a marca está associada a isso, trazendo diferentes imagens [da cena]trazendo esse conceito artístico e atual, não só um modelo que poderia estar na imagem, é um espaço muito interessante”, completa noel.

Além das fotos da campanha, os artistas protagonizaram vídeos de making-of. Além de se tornar um pequeno diário visual da tiroteio da campanha, os conteúdos trazem músicos falando sobre suas percepções de estilo e como suas criações sonoras se relacionam com a expressão visual que a moda traz. A coleção Cores do fluxo Cavaleiro já está disponível na loja oficial da marca (acesse aqui) e nas lojas parceiras: BBF, Guadalupe, Shop2gether e Sua identificação.

Comentários Facebook