Billy Saga faz show no SESC Vila Mariana neste sábado em encontro de Saraus

Billy Saga faz show no SESC Vila Mariana neste sábado em encontro de Saraus
Avalie este post

Esta atividade faz parte da Programação Integrada – Exposição Quem Sou Eu? (Museu da Pessoa)

Os saraus são manifestações artísticas que têm relevância social, política e cultural na sociedade brasileira e que apresentam seus estratos e universos diretamente vinculados às manifestações do discurso oral, de natureza simbólica, literária ou musical, e de criações e contribuições individuais e coletivas. São momentos de diálogo, de troca, de fala e escuta; de geração espontânea de linguagem.

A proposta de um encontro de saraus para compor a programação integrada da exposição Quem Sou Eu?, uma parceria entre Sesc São Paulo e Museu da Pessoa, se dá pelo desejo de dialogar e agregar formas expressivas e simbólicas distintas.

PROGRAMAÇÃO:

  • 15h30 – Abertura com mestre de cerimônias Luana Hansen (10min.)
  • 15h40 – Apresentação musical com o rapper Billy Saga (40min.)
  • 16h20 – Improvisação com Luana Hansen (20min.)
  • 16h40 – Sarau das Pretas (35min.)
  • 17h15 – Sarau Suburbano (35min.)
  • 17h50 – Sarau da Brasa (35min.)
  • 18h25 – Sarau do Binho (35min.)
  • 19h00 – Encerramento

Obs.: Todo o evento contará com intérpretes de libras.

SESC VILA MARIANA

Rua Pelotas, 141, São Paulo – SP
Informações: 5080-3000
sescsp.org.br
Facebook, Twitter e Instagram: /sescvilamariana

Assessoria de Imprensa | Sesc Vila Mariana

Renato Perez de Castro
Mariana Martucci
(11) 5080 3011
imprensa@vilamariana.sescsp.org.br

SOBRE BILLY SAGA

Com uma trajetória de duas décadas de dedicação ao rap, o segundo disco solo do MC paulistano Billy Saga, segundo ele próprio, alcançou a maturidade musical e técnica almejada. Billy atualmente pode ser considerado um dos mais autênticos e combativos rappers a abordar, nas entrelinhas de músicas com temas variados, o direito das pessoas com deficiência.

De alguém que viveu na pele o veneno de uma lesão medular, devido a um acidente de moto (foi atropelado em sua moto por uma viatura da PM que passou no semáforo vermelho, conduzida por um policial com a carta de habilitação vencida) o rap de Billy Saga é uma verdadeira bandeira hasteada à resistência, capaz de sensibilizar e provocar uma espécie de consciência coletiva acerca da fundamental reflexão sobre o dever de combate à exclusão social, historicamente ressaltada pelo racismo, preconceito e violência às minorias desfavorecidas.

Deixe uma resposta