Após sofrer bullying e depressão, influencer Metturo dá dicas de superação no Instagram


Nascido na cidade de Garanhuns, estado de Pernambuco, Meturo sempre gostei de arte, fotografia, moda e música!

Enquanto a maioria dos garotos de sua idade ainda se perguntavam se seriam jogadores de futebol, advogados, engenheiros ou atletas quando chegassem à idade adulta, Mateus de Oliveira Gomes Silvaou simplesmente Meturoaos 15 anos, já tinha o objetivo de ser um artista independente ganhando o próprio dinheiro e conquistando a tão almejada liberdade.

Entre querer, poder e chegar há um caminho a percorrer. A dele não foi fácil. Trabalhou como garçom, zelador, ajudante de pedreiro e chegou a entregar panfletos nas ruas em troca de um pagamento de trinta reais por dia.

Algumas pessoas me perguntam se tenho vergonha de falar sobre o que passei e eu respondo que não. Sempre sonhei em ser artista, então para chegar lá teria que lutar, a jornada não é fácil mas quando se tem sonhos é preciso persistir e nunca parar, porque sonhar é viver e deixar de sonhar é morrer“Ainda não cheguei lá, mas cada passo que dei é uma conquista para mim”, diz. Meturo.

Natural de Garanhuns, Pernambuco, sempre gostou de fotografia, moda e arte. Partilhava a sua arte no Facebook onde foi verificado e na altura ainda não conhecia o Instagram, as fotos artísticas, o look do dia, e as aventuras que viveu foi uma estratégia que chamou a atenção de vários seguidores no concelho de Garanhuns, no interior de Pernambuco, onde morou. Foi assim que o Meturo começou a fazer o que hoje chama de “Publi”, indicando e promovendo lojas, marcas e produtos parceiros no Facebook.

Talvez por ser uma cidade pequena, suas atividades não fossem vistas com bons olhos. Ele sofreu julgamento e foi dito ser um arrogante, um projeto modelo, um menino de vida fácil e pior. Porque ele também sofria bullying por causa de sua aparência por ser magro e era chamado de nariz grande. Mas apesar de tudo continuou, até triste com tantas ofensas gratuitas e sem fundamento. Ele criou um perfil no Instagram e foi crescendo aos poucos. Na época não havia stories no app e tudo era compartilhado no feed. Conquistou a marca de 10 mil seguidores conseguindo ganhar audiência e transformando a rede social em sua fonte de renda.

Fui hackeado no Facebook e minha página caiu além disso meu perfil do Instagram foi hackeado, perdi tudo e meu perfil sumiu, entrei em depressão e procurei ajuda na igreja evangélica mas lá só me julgaram e me condenaram. Para muitos foi um exagero mas para mim foi importante porque era o meu sonho que estava sendo destruído”.

Meturo criou um novo perfil de reserva, mas já havia desistido de sua carreira de blogueiro. Mas o mundo não é feito apenas de pessoas com energia ruim e quando você fecha uma porta, uma janela se abre em sua vida. Essas boas pessoas que acompanharam sua trajetória o incentivaram a continuar. Hoje, ele se afastou da mídia e voltou como cantor, produzindo músicas que incluem músicas inspiradas em anita e J Balvin. Cantando em espanhol, pois ele é praticamente fluente nesse idioma. Atualmente seu perfil tem mais de trinta mil seguidores.

Continuo recebendo críticas sobre meu corpo porque tenho dificuldade em ganhar peso, criticam meu nariz, meu rosto e minhas roupas. É algo muito difícil para qualquer influenciador. Essas críticas foram tão prejudiciais que tive que fazer tratamento psicológico porque nunca me senti 100% bem comigo mesmo, mesmo tendo transtorno de dupla personalidade.”, completa. Mas não foram apenas críticas virtuais. Desde a escola ele foi intimidado por ser considerado muito magro e com um nariz grande. Foi um bullying pesado. Fui alvo de xingamentos e jogaram coisas quando eu passei uma vez que jogaram xixi em mim na época que eu tinha apenas 10 anos.

Meturo ele nunca teve coragem ou maturidade para contar o que aconteceu com sua mãe e seu pai que estavam em processo de turbulência em seu casamento.

Foram anos e anos assim até o ensino médio. Ele teve depressão, sofreu automutilação e levou anos para se recuperar e falar sobre seus problemas. A terapia era essencial, mas ele nunca se recuperou totalmente. “Por causa dessas experiências eu tive que criar um personagem que me ajudasse a ser forte e superado, foi aí que nasceu Meturo, meu alter ego fortalecido e forte. Ele é como um meteoro. Foi impressionante como o Meturo me fortaleceu e mudei”, explica a influenciadora.

Meturo viveu uma vida de humilhação e violência verbal e psicológica. Mais uma vez ele foi curado com a ajuda da terapia e da espiritualidade, pois sua crença em Deus e sua religião o ajudaram. Hoje trabalha como influenciador digital e artista independente compartilhando seu estilo de vida e sua trajetória com o objetivo de inspirar pessoas e levantar questões importantes como bullying e discriminação mostrando que todos podem alcançar seus sonhos mesmo com as dificuldades da vida.

Para conhecer e acompanhar mais sobre o Meturo seu instagram é @metturo e você também pode encontrar e ouvir suas músicas no Spotify e YouTube como Meturo.



Comentários Facebook