Rap nacional…

…é a nossa cara.

rap-nacional

“Neguinho vem pra cá e pede 1000 toalhas de rosto, frutas frescas do sudeste da ilha da casa do caralh* no outro lado do mundo, caixas de M&M’s sem as bolinhas da cor amarela, uma lagoa artificial de madeira para sua carpa de estimação e todo mundo acha lindo. Aí um grupo de rap nacional pede um camarote exclusivo em um festival local apenas para poder se concentrar e ficar de boa com os amigos antes do show e Zé Povinho diz que eles não tem humildade e que perderam as referências de suas origens.

Esses mesmos paga-paus dos gringos, são os que reclamam de pagar R$2 por um novo som de um rapper nacional – esquecendo que o mesmo vive da música, que esse é o trabalho dele e que ele assim como todos nós tem familia e contas para pagar – mas pagam centenas de reais para assistirem shows de gringos, dos quais sequer entende a ideologia ou a letra.

Bom final de semana para quem é de verdade!”

Marcelo S.

Comentários Facebook

Deixe um comentário